86% da população ouve rádio com frequência

0
193
views

O brasileiro considera o rádio um meio ágil, compreensível e uma fonte confiável de notícias. E os números atestam a força que o veículo de comunicação tem no dia a dia da população: de acordo com pesquisa da Kantar IBOPE Media, 86% dos entrevistados das 13 regiões metropolitanas onde há aferição regular no Brasil disseram ser ouvintes frequentes do rádio. Três em cada cinco entrevistados afirmaram ser ouvintes diários.

O tempo médio diário para a atividade de ouvir rádio é de 4 horas e 40 minutos. O rádio também é popular entre o público jovem. Dos ouvintes entre 20 e 24 anos, 89% disseram ter escutado rádio nos últimos 90 dias.

Com a possibilidade de o rádio estar presente nos diversos meios, 85% declararam ouvir a programação pelo aparelho comum, 4% pelo computador, 18% pelo celular e 5% em outros dispositivos. O público que ouve rádio por streaming, pelos meios digitais, é formado, na maioria, por mulheres da classe A/B, entre 20 e 39 anos.

O rádio alcança mais de 90% da população em Fortaleza (CE), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), Cuiabá/Várzea Grande (MT), Vale do Taquari, no Rio Grande do Sul, e Concórdia, em Santa Catarina.

A pesquisa mostra ainda que 83% dos entrevistados consideram a notícia informada de fácil compreensão, 78% declararam o meio confiável e 74% disseram que o rádio oferece comentários e análises em profundidade.

Quando questionados sobre a programação esportiva, 18% dos jovens entre 25 e 29 anos e 11% dos demais disseram utilizar o rádio para acompanhar eventos esportivos como a Copa do Mundo.

A programação musical é considerada por 62% da população “uma parte importante da vida”.

Os locais onde mais se ouve o rádio são: 71% em casa, 21% no carro, 12% no trabalho, 7% em algum trajeto e 3% em outros locais.

O Book do Rádio também informa detalhes sobre o comportamento dos ouvintes. Confira a pesquisa completa, realizada entre abril e junho, aqui: https://www.kantaribopemedia.com/wp-content/uploads/2018/09/Book-de-R%C3%A1dio-2018.pdf

Fonte: Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão – ABERT