Abraço Brasil divulga nota pedindo o apoio de dirigentes de rádios comunitárias para a aprovação do PLS 513

0
75
views

Companheiro e companheiras,

Neste dia 19 de junho de 2018 acontece duas agendas importantes para o nosso movimento de rádios comunitárias em nosso país. A primeira agenda será no plenário 9, do anexo II da Câmara Federal quando acontecerá a audiência pública para debater a atual situação das rádios comunitárias no Brasil e discutir medidas para o fortalecimento do setor. Esse evento é promovido pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal presidida pelo Deputado Federal Luiz Couto (PT-PB) e a Abraço Brasil foi convidada para participar com direito a fala.

O segundo evento ocorrerá no plenário do Senado Federal quando estrará em discussão na pauta do dia o PLS 513/17 que trata do aumento de potência e criação de mais canais por municípios. Todos sabem que esse projeto foi votado e aprovado por unanimidade na Comissão de Ciência e Tecnologia – CCT e seria enviado diretamente para a Câmara dos Deputados. e infelizmente 13 senadores assinaram um recursos para que o PLS 513 fosse ao plenário para discussão e aprovação ou não.

Em anexo estamos enviando vários documentos e inclusive uma Carta Aberta aos Senadores para que as entidades e militância envie para aos senadores antes da votação no dia 19 de junho. Enviem por e-mail ou por WhatsApp.

Agora estamos neste dilema sendo atacados pela entidade Associação Brasileira de Rádios e TVs Comerciais – ABERT que prega abertamente mentiras contra nós e tentando inviabilizar a aprovação do projeto pelos senadores. Mentiras que chega ao cumulo do absurdo quando dizem que vamos inviabilizar as pequenas rádios comerciais quando queremos aumentar a potência e poder vender espaço para publicidade. São argumento que mostram o quanto é difícil neste país tratar de democratização da comunicação. Esquece os mentirosos de dizer que quem faz a verdadeira prestação de serviços junto a população são as rádios comunitárias e que teimam em sobreviver depois de 20 anos sem a sustentabilidade financeira garantida na lei. Para nós que fomos taxados durante 20 anos de “rádios piratas” e que “derrubava avião” não estranha mais esse tipo de atuação de um setor que se acha os donos do Brasil, mesmo que a concessão da comunicação é pública.

Para mostrarmos nossa força e unidade estamos orientando as entidades para o seguinte encaminhamentos:
a) transmissão pelas rádios comunitárias da audiência pública da Câmara Federal a partir das 14 horas através do nosso site (www.abracobrasil.org.br) e pelo canal no facebook (@abracobrasil). Vamos priorizar na nossa programação da tarde do dia 19 apenas o assunto RÁDIOS COMUNITÁRIAS;

b) se começar a votação do PLS 513/17 no plenário do senado federal as rádios devem passar a transmitir essa votação por ser mais importante neste momento. Uma pena que o evento coincidiram a data!
c) estamos enviando em anexo uma carta aberta aos senadores explicando o que significa a provação do PLS 513/17 para o futuro das rádios comunitárias em nosso país.

Convoco os dirigentes da Abraço Brasil, das Abraços Estaduais e das Rádios Comunitárias a só descansarem apenas quando tivermos nossas tarefas cumpridas no próximo dia 19 de junho.

Vamos à luta pois só conquista quem luta!!

Atenciosamente,

Geremias dos Santos
Coordenador Executivo da /Abraço Brasil
Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (Abraço Brasil)
FOTO: Senado Federal

Fonte: Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária – Abraço