Ao completar 40 anos, AERP mira inovação para seguir se reinventando

0
306
views

“O rádio precisa ser multiplataforma para chegar a seus ouvintes. Ele tem que estar na internet, tem que ser lido e assistido. Vivemos em um novo momento tecnológico que não tem volta. O desafio futuro é reinventar-se”, afirma o  presidente da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná, Márcio Villela.

A Aerp completa neste mês de julho 40 anos de existência. A entidade representa mais de 350 emissoras de  rádio no estado.

Para o presidente da Aerp, a radiodifusão paranaense está totalmente alinhada ao ritmo da evolução tecnológica.  “Os projetos desenvolvidos pela associação sempre buscam a  inovação e a oportunidade de levar conhecimento para os radiodifusores, como por exemplo, os seminários de ensino a distância (EaD) promovidos pela entidade”.

Os seminários EaD promovidos pela Aerp em parceria com a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) já deram oportunidade gratuita para mais de 15 mil pessoas se atualizarem sobre vários temas importantes que fazem parte do cotidiano do rádio como locução, legislação e gestão, por exemplo.

Outro projeto da radiodifusão paranaense (Censo Econômico) também se tornou referência nacional. A partir de dados fornecidos mensalmente pelas emissoras, de forma sigilosa, a Associação passou a reunir informações que conseguem mostrar que o papel do rádio no mercado publicitário é maior do que muitos pensam. Esses números são utilizados pelo projeto Inter-Meios, conduzido pelo jornal Meio & Mensagem, para avaliar a participação do Paraná no mapeamento da publicidade no país e referendar as agências brasileiras.

Fonte: http://www.abert.org.br/