Em congresso nacional, radialistas aprovam novo plano de lutas e organização da categoria

0
277
views
Os radialistas eleitos ao 10º congresso nacional da categoria estiveram no evento no Rio de Janeiro nos dias 24 a 27 de junho e aprovaram uma série de ações, num plano de lutas, para enfrentar os patrões, que sempre querem retirar direitos dos trabalhadores. Além de aprovar uma nova plenária para discussão do Registro Profissional e outra estatutária, já que o estatuto da federação precisa de alguns ajustes.

Sérgio Ipoldo, coordenador do Sindicato dos Radialistas de SP, questionou a aprovação da Plenária do Registro Profissional. Segundo ele, já foram realizadas outras plenárias e afirma que é um equívoco tentar ajustar mecanismos de fornecimento do Atestado de Capacitação Profissional. Acredita que desta forma, os sindicatos acabam fazendo com que os próprios radialistas não deem valor a regulamentação da profissão e não procurem a formação técnica necessária, já que os sindicatos oferecem essa alternativa.

As discussões e as deliberações do congresso foram além. Dentre os pontos aprovados na organização dos radialistas, um plano nacional de formação dos dirigentes sindicais foi deliberado pelos congressistas e também merece nosso registro aqui. Os presentes entenderam a necessidade e importância de qualificação política dos nossos dirigentes. Há a discussão de que nesse plano de formação nacional, deva ser estendido aos companheiros da base.

Os congressistas aprovaram também Moções de Repúdio. Dentre elas a que mais teve destacamos foi o da TVT (Televisão dos Trabalhadores). A moção foi aprovada pelo fato da TVT não ter feito a cobertura da greve dos trabalhadores da TV Cultura, mesmo ter sido solicitado. Bem como ter enviado material produzido pela emissora à RTV Cultura durante a greve de seus trabalhadores.

Fonte: http://www.loucosporradio.com.br/