Nota de repúdio contra a agressão do radialista Iury Carvalho, de Roraima

0
182
views

O Sindicato dos Radialistas Profissionais no Estado de Roraima vem à público repudiar veementemente a forma violenta e antidemocrática com que o radialista e jornalista Iury Carvalho, da Band Roraima, foi tratado na noite de 16 de fevereiro por policiais militares da Companhia Ambiental em Rorainópolis.

Dois policiais militares, utilizando-se da força, agrediram o repórter e lhe ameaçaram de morte, na tentativa de impedir o seu trabalho, quando apurava matéria de crime contra o patrimônio público. O jornalista fez um registro da ocorrência na delegacia de Polícia Civil.

Diante de tal episódio, que demonstra claramente uma brutal agressão ao exercício profissional, o Sindicato acredita que atitudes como esta extrapolam o respeito e atingem a liberdade de expressão e de imprensa, tendência desgraçadamente verificada em vários outros estados, vitimando outros comunicadores e veículos de comunicação.

O Sindicato não permitirá que fatos como estes intimidem a categoria dos radialistas e jornalistas como um todo, a despeito de vivermos formalmente dentro de um regime democrático de direito, em que a liberdade de expressão acha-se consagrada na Constituição Federal do País.

Em vista disso, o Sindicato dos Radialistas no Estado de Roraima não medirá esforços, dentro do que lhe é possível, no sentido de garantir o livre exercício profissional e o respeito aos profissionais de Rádio e Televisão. Ao mesmo tempo, visa motivar que a imprensa em nosso estado não se cale diante das violações de prerrogativas dos Radialistas e Jornalistas.

Fonte: Sindicato dos Radialistas de Roraima.

Fonte: FITERT – Federação dos Radialistas