O “pensamento crítico” pode ajudar nos negócios

0
72
views

Publicado por: Comunicação | 09 de julho de 2020

Grandes líderes são inteligentes,
focados, mas eles também possuem uma motivação e uma obsessão por querer
melhorar seus produtos ou serviços. E para fazer isso, eles procuraram dominar
a habilidade de pensar criticamente.

Luciano Salamacha, coordenador da
pós-graduação em Pensamento Transversal da ESIC Internacional, explica que o
pensamento crítico é um ato natural e espontâneo que todos têm em não ficar
satisfeitos diante de uma determinada situação. “Um exemplo é o caso da pessoa
que questiona se seu cliente está satisfeito e recebe uma resposta afirmativa.
Ainda assim, o pensamento crítico leva esse profissional a buscar mais
elementos para confirmar se realmente a resposta oferecida pelo cliente é
decorrente apenas das boas maneiras e da etiqueta social, ou se realmente ele
está satisfeito”.

O pensamento crítico é
extremamente importante em todas as etapas da vida, mas somos seduzidos pelas soluções
fáceis e pelas explicações óbvias. De acordo com Luciano, somos programados
para economizar energia em nosso cérebro, ao mesmo tempo que evitamos qualquer
tipo de dúvida em uma determinada situação. “A dúvida gera insegurança. Por
isso é que as pessoas optam por aceitar como verdade a primeira linha de
raciocínio obtida. É justamente aí que está a validade do pensamento crítico: a
capacidade de ampliar o ângulo de análise de uma determinada situação para
identificar se todas as variáveis foram realmente ponderadas e observadas”.

Como pensar mais criticamente?

É possível desenvolver e treinar
o pensamento crítico. Weiler reforça que os líderes precisam aprimorar esta
habilidade.  “O pensamento crítico ao
questionar o ‘mais do mesmo’, abre caminho para inovação, por tirar da zona de
conforto e por, de forma regrada e consistente, abrir caminho para o novo”.

Luciano afirma que quanto mais
focarmos, racionalmente, para exercitar o questionamento antes de uma
conclusão, mais incorporaremos o hábito de não aceitar precipitadamente realidades
e conclusões. “Principalmente hoje em dia, em que as coisas estão marcadas pela
incerteza e temporalidade, o espírito crítico é fundamental para que uma
organização consiga perceber todos os detalhes da mudança, antecipando suas
ações e se prevenindo de eventuais problemas ao longo do tempo”.

Equilíbrio nos negócios

A habilidade do pensamento
crítico é, acima de tudo, uma virtude para os gestores no ambiente de negócios.
Mas é preciso cuidado, como esclarece Luciano. “O questionamento crítico é
salutar, pois busca enriquecer a linha de raciocínio utilizada mediante a busca
de mais informações. Já o comentário negativo tem por objetivo diminuir a
relevância do que está sendo analisado ou avaliado, sem considerar o mérito ou
validade. Enquanto o questionamento critico buscar construção de algo melhor, o
comentário negativo somente buscar como é feito a diminuição de valor ou até
mesmo a destruição do que está sendo avaliado”.

Fonte: AERP