Rádio Comunitária: Confira a agenda da Abraço Brasil em agosto

0
88

 

A agenda da Abraço Brasil (Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária) está repleta de atividades para o mês de agosto e setembro. O coordenador executivo da entidade ressalta a importância dos seminários e eventos, que vão abordar temas e reivindicações fundamentais para o movimento de rádios comunitárias.

Confira a Agenda da Abraço Brasil, com os comentários do presidente executivo da entidade, Geremias dos Santos:

Dias 19 e 20 de agosto – Congresso da Abraço Bahia em Feira de Santana;

“Estaremos presentes para dar apoio aos companheiros que fazem parte da Abraço-BA”.

Dias 24 à 27 de agosto – Seminário: Rádios Comunitárias e a Convergência Digital em João Pessoa – Paraíba;

“Com esta infraestrutura modificada, a rádio passa como um ponto de partida para a digitalização, e também como uma nova forma de mídia criada e gerida pelas próprias comunidades. Desta forma, precisamos estar antenados com a nova convergência digital e para isso, nada melhor do que a Abraço organizar estes seminários junto aos professores da Universidade Federal da Paraíba”.

*No dia 25 de agosto a Abraço Brasil completará 21 anos de fundação e de luta e a comemoração ocorrerá durante o seminário de João Pessoa – PB

Dias 02 de setembro – Congresso de fundação da Abraço Catarinense na cidade de São Ludgero – SC

“Desde a fundação da Abraço em 1996, até hoje a entidade não foi criada em Santa Catarina. Lé existe uma falsa entidade que usa o mesmo nome da Abraço, porém, faz oposição a todas as atividades do legítimo movimento de radiodifusão comunitária. Porém, agora os companheiros de Santa Catarina, cansados de tanta chateação com esta falsa entidade, terão após 20 anos, a fundação da Abraço de Santa Catarina”.

Dia 06 de setembro – Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte sobre a situação das Rádios Comunitárias no RN

“Vamos debater, principalmente, a sobrevivência das emissoras. Como todos sabem, a Lei 9.612 proíbe as rádios comunitárias de acessarem as verbas públicas de mídia, seja no Governo Estadual, no Governo Federal ou municipal”.

Dia 28 de setembro – Audiência Pública no Senado Federal para discussão do ECAD

“O ECAD é hoje o grande perseguidor das Rádios Comunitárias do Brasil. Não somos contrários o ECAD, porém, é injusto a cobrarem de uma rádio de 25 Watts, o mesmo valor cobrado de uma emissora de 3 a 5 mil Watts. Nesta discussão precisamos receber as caravanas das Rádios Comunitárias de todo o Brasil. O que está acontecendo hoje, é uma grande perseguição às rádios do povo”.

Bruno Caetano

Da redação

Fonte: Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária – Abraço