Rádio paranaense abre espaço gratuito na grade comercial para ações sociais do terceiro setor

0
214

Desde sua criação, uma das marcas mais fortes do rádio é o compromisso social que o meio garantiu junto às comunidades. Segundo o professor de comunicação do Grupo Uninter, Valdir Cruz, o rádio, por ser um veículo barato e prático, está sempre próximo da população, não importando sua classe social. “Entre todos os meios de comunicação, incluindo a internet no celular, o rádio é o mais prático, já que exige apenas um sentido para ser captado, a audição. Assim, o rádio é fundamental para o fortalecimento da cidadania, oferecendo entretenimento, cultura, educação e informação”, explica.

valdir cruz

Muitas rádios, por falta de um profissional qualificado, desconhecem o potencial e a utilidade social do veículo”, afirma o professor Valdir Cruz

A agilidade foi outro ponto destacado por Valdir. Para ele o rádio tem uma função social natural. “Basta um celular e já se tem notícia de qualquer lugar do planeta. Assim, a função social do rádio tem mil e uma utilidades: informa, entretém, forma culturalmente e divulga a nossa língua e o nosso jeito aos mais distantes rincões. Muitas rádios, por falta de um profissional qualificado, desconhecem o potencial e a utilidade social do veículo”, ressalta.

Iniciativa

Reconhecendo a função social do rádio, a Mundo Livre FM 93.9 de Curitiba, Mundo Livre FM 102.5 de Maringá e o Instituto GRPCOM lançaram, na última semana, o projeto Caminho do Bem. A ação tem como objetivo fortalecer ainda mais o desenvolvimento do terceiro setor no Paraná e incentivar a cidadania no estado.

Caminho do BemOrganizações da sociedade civil de Curitiba, Região Metropolitana e Maringá poderão divulgar as ações sociais que estão realizando através de boletins informativos na programação da Mundo Livre. O serviço é gratuito e será gerenciado pela equipe do Instituto GRPCOM. “Fazemos isso desde quando começamos a trabalhar com o fortalecimento do terceiro setor, em 2010, via redes sociais e o nosso site. Agora, com esta parceria, conseguiremos dar uma visibilidade muito maior às atividades das instituições”, conta Rafael Finatti, coordenador do Instituto GRPCOM.

Cursos, palestras, bazares, oportunidades de voluntariado, entre outras ações do bem, poderão ganhar o apoio na divulgação. “Na contramão das notícias ruins, a Mundo Livre FM aposta no poder de mobilização dos seus ouvintes e daqueles que acreditam que boas ações podem ser transformadoras não só da sociedade, mas sim da nossa história como participantes dela”, reforça Edson Jansen, coordenador de programação da Mundo Livre.

“Em parceria com o IGRPCOM, queremos criar e despertar em nossos ouvintes a vontade de espalhar o bem, a possibilidade de conhecer o dia a dia daqueles que lutam por um mundo mais digno, igual, solidário e que muitas vezes é cercado de dificuldades que nem imaginamos. Na verdade, super-heróis que dedicam boa parte do tempo de suas vidas para ajudar, para simplesmente doar amor. Você também pode fazer a diferença com suas ações. O caminho? A gente vai mostrar”, complementou.

Como participar

Para participar, as entidades interessadas deverão enviar um e-mail para caminhodobem@mundolivrefm.com.br com as seguintes informações: nome da organização, título da futura ação, local, data, investimento (se houver), link das inscrições (se houver). O prazo sugerido para este envio é de no mínimo 10 dias de antecedência.

O Instituto GRPCOM publicará as informações na página do projeto Caminho do Bem e enviará para a Mundo Livre as sugestões de maior interesse social, procurando respeitar também uma diversidade de instituições beneficiadas. A Mundo Livre, por sua vez, gravará os spots e os incluirá diariamente na programação, intercalados e em diferentes horários. A expectativa é de impactar 17.000 ouvintes por boletim, em três edições diárias.

Com informações do Instituto GRPCOM

O post Rádio paranaense abre espaço gratuito na grade comercial para ações sociais do terceiro setor apareceu primeiro em Portal Aerp.