Seminário gaúcho destaca importância da migração do rádio para FM

0
248
views

Realizado em Porto Alegre (RS), o  14º Seminário da Qualidade na Radiodifusão debateu, entre outros temas, o impacto no setor com a migração do rádio AM para FM.

Na avaliação dos participantes, a mudança de faixa das rádios traz resultados positivos, como, por exemplo, a melhoria na qualidade. Para o presidente da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (Aerp), Márcio Villela, com a migração, as rádios estarão mais competitivas.

“A migração das rádios é uma antiga reivindicação do setor. Entre outros benefícios, as rádios terão maior clareza de áudio e poderão explorar seu negócio com mais eficiência. Por isso, é importante a conscientização dos radiodifusores para esta mudança, que só tem a acrescentar com as novas tendências da tecnologia da informação”, destacou.

Além da qualidade de áudio, a migração fará com que as rádio que estiverem no FM possam ser acessadas de dispositivos móveis como tablets e celulares.

O encontro foi promovido pelo Sindicato das Empresas de Televisão no Estado do Rio Grande do Sul (Sindirádio) com o apoio da Associação Gaúcha das Emissoras de Rádio e Televisão (Agert) e da Federação Nacional das Empresas de Rádio e Televisão (Fenaert).

Fonte: http://www.abert.org.br/