Sindicato dos Radialistas de Santarém permanece em luta junto aos trabalhadores de afiliada ao Grupo Record

0
52
views

A Rádio e TV Guarany continua descumprindo TAC e sem pagar salários de trabalhadores

Após a paralisação realizada em 14 de agosto, os trabalhadores da Rádio e TV Guarany, afiliada ao Grupo Record, ainda não receberam seus salários atrasados desde abril deste ano. A diretoria da empresa continua sem se manifestar.

Além disso, o Sindicato dos Radialistas de Santarém informa que, para somar aos atrasos dos salários regulares, a Rádio e TV Guarany também infringe a legislação trabalhista ao não recolher FGTS e INSS, sendo o segundo descontado em folha de pagamento e não repassado aos cofres públicos.

Dessa forma, a empresa insiste em descumprir o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) firmado em setembro de 2017. O Sindicato dos Radialistas de Santarém já recorreu a Justiça do Trabalho e ao Ministério Público para buscar uma solução e permanece acompanhando o caso.

“A nossa atuação junto aos trabalhadores da Rádio e TV Guarany é importante para que eles se sintam amparados por uma instituição que os representa. Nosso objetivo final é que a empresa normalize os salários, normalize a questão do INSS e do FGTS (que foram parcelados e não está sendo cumprido esse parcelamento) e, posteriormente, vamos nos manter vigilantes para que não volte a ocorrer estes mesmos problemas”, afirma Sullywan de Almeida, diretor do sindicato dos radialistas.

Agora o sindicato e os trabalhadores esperam pela regularização da situação até essa segunda-fera (10), caso contrário será decretada nova paralisação por parte dos trabalhadores da Rádio e TV Guarany.

Fonte: Da redação, com informações do sindicato.

Fonte: FITERT – Federação dos Radialistas