Radiodifusores comemoram modernização do setor

Radiodifusores comemoram modernização do setor

29 de março de 2017 0 Por Equipe TudopraRádios

Cerca de 100 radiodifusores se reuniram nesta terça-feira (28), no Palácio do Planalto, para acompanhar a sanção presidencial da MP 747, que simplifica os processos de renovação e transferência de outorgas das emissoras de rádio e TV.

O presidente Michel Temer destacou a importância do rádio e da TV na vida dos brasileiros. “Não há um brasileiro que não ouça rádio no Brasil. A modernização do setor e da comunicação tem sido a marca do nosso governo. Estamos caminhando para desburocratização. Não é fácil vencer obstáculos, é preciso ousadia, e muita coragem. Uma das maiores modernizações está sendo feita aqui”, afirmou.

A MP 747 é considerada pela radiodifusão uma das maiores conquistas para o setor nos últimos 50 anos.

João Monteiro de Barros Neto, diretor da Rede Vida, aposta na nova lei para melhorar o setor. “Esta desburocratização e modernização vai nos dar condições de sermos mais ágeis, mais profissionais e menos dependentes da parte burocrática. Podemos, assim, voltar para a nossa atividade principal, que é comunicar de maneira responsável à sociedade. O ministro Kassab teve, além da visão política, uma visão de administrador, de executor, que entende quais são as dificuldades de uma radiodifusão que gera milhares de empregos”, afirmou.

Para Rodrigo Neves, vice-presidente da AESP (Associação das Emissoras Rádio e Televisão do Estado de São Paulo), a sanção da MP 747, “é uma vitória do setor que estava extremamente regulamentado, burocrático, difícil, com muitos processos parados há anos. Com isso, vai desafogar o ministério, que dará celeridade aos processos. Simplificará desde a aprovação do diretor, procurador, renovação de processo, estúdio, aprovação de local e a transferência de quadro social”, afirmou Neves.

Segundo o presidente da Associação Mineira de Rádio e Televisão (AMIRT), Mayrinck Junior, esse momento é um divisor de águas para o setor. “Quando você consegue eliminar papeis e atender as empresas, é uma grande vitória. Essa MP coloca um ponto final no sofrimento de muita gente. Desde o ano passado venho falando que 2017 seria o ano da desburocratização, pois eu estava confiante das coisas que iriam acontecer. Hoje nós temos condição de fazer TV e rádio mais modernos. As emissoras do interior são emissoras familiares e, quando você consegue pegar uma emissora AM que estava na UTI e que não tinha condições de disputar nada, ela entra no mercado de novo, em condição de competitividade com outras emissoras, você dá vida àquela família”, comemorou.

De acordo com o presidente da AGOERT (Associação Goiana de Emissoras de Rádio e Televisão) Guliver Augusto Leão, “é essencial facilitar os processos ao radiodifusor, podendo desburocratizar toda uma estrutura que era extremamente lenta, difícil e que só trazia prejuízo ao setor. A iniciativa é extremamente feliz”, disse.

Agradecimento dos radiodifusores

Os radiodifusores, impossibilitados de agradecer a todos os parlamentares, agradecem ao deputado Nilson Leitão (PSDB/MT) e ao senador Romero Jucá (PMDB/RR), cuja atuação foi decisiva e fundamental para a aprovação da medida e em seus nomes estendem sua gratidão aos seus pares.

Fonte: Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão – ABERT